terça-feira, 22 de julho de 2014

[Resenha] Guerreiros da Esperança

Autor: Andrea Hirata
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 277

Sinopse: A ilha de Belitung, na Indonésia, é riquíssima em recursos naturais, mas abriga contrastes sociais gritantes: de um lado, a grande empresa de extração de estanho, com suas modernas instalações e seus ricos executivos; de outro, o povo nativo, que vive numa miséria indescritível. É nesse cenário que a jovem professora Bu Mus e o diretor Pak Harfan tentam garantir a seus dez alunos o direito inalienável à educação. Eles têm que lutar contra as mais diversas dificuldades, como o estado decrépito do casebre em que as aulas acontecem, as constantes ameaças do superintendente escolar e as gigantescas escavadeiras, prontas para explorar o solo em seu terreno. Porém, o maior de todos os desafios é insuflar naquelas crianças a dignidade e a autoconfiança. E nisso os professores são bem-sucedidos. Juntos, seus alunos aprendem o valor dos amigos, conseguem descobrir o que há de melhor em cada um e conquistam feitos inéditos para sua pequena escola de aldeia. 

  Guerreiros da Esperança nos traz a incrível história de 11 crianças lutando contra a pobreza, a influência do capitalismo e a enorme disparidade social. Cada um com seus próprios problemas e dificuldades, enfrentando lutas diárias e matando um leão por dia, mas com a mesma vontade de vencer cada obstáculo. A grande inspiradora de sonhos desses pequenos é a pequena professora da aldeia, Bu Mus - uma mulher determinada a lutar pela educação e pelos sonhos de seus alunos.
   O livro é narrado por Ikal, um menino pobre e com sonhos. O primeiro deles era frequentar a escola e durante os anos desenvolve seus planos para o futuro: o plano A e o plano B, mas no final acaba concretizando o plano C.
  Durante os anos que estudam na miserável escola passam por grandes desafios e acabam quebrando alguns ''recordes''. Os guerreiros do arco-íris se mantêm juntos e passam por cada obstáculo juntos, com grande companheirismo e fidelidade.

    Eu já queria fazer essa leitura tem um bom tempo, e quando consegui começar não consegui terminar - por conta da correria que minha virou por causa dos estudos. 
    É um livro tocante, emocionante e todos os adjetivos que possam ser atribuídos por consequência de uma história tão bonita. Às vezes nos pegamos reclamando por coisas a fazer, por ter que estudar, por não ''aguentar'' mais tamanha correira ou rotina -me enquadro nesse grupo reclamão- e fechamos os olhos pra pessoas que apesar de todas as adversidades lutam pelos seus sonhos e tem em si a vontade de vencer. ´
        Não vou me estender, mas recomendo esse livro tanto quanto recomendo um romance -e olha que amo romances. É lindo e nos faz refletir sobre o que queremos e se estamos mesmo fazendo por onde conquistar nossos objetivos. 
     

Nenhum comentário:

Postar um comentário