quarta-feira, 30 de julho de 2014

[Resenha] Sociedade dos Meninos Gênios

Autor: Lev AC Rosen
Editora: Novo Conceito
Páginas: 544

Sinopse: Chantagem, mistério, confusões de gênero, coelhos falantes e um assassino autômato: mergulhe na trajetória de Violet Adams, que assume a identidade de seu irmão gêmeo para conseguir uma vaga na mais prestigiada universidade de Londres, que é exclusiva para meninos. Inspirado em clássicos como Noite de reis, de Shakespeare, e A importância de ser honesto, de Oscar Wilde, SOCIEDADE DOS MENINOS GÊNIOS traça um retrato pitoresco e provocativo da aristocracia vitoriana, oferecendo diversão, aventura e uma reflexão bem-humorada sobre a questão do gênero.


Sociedade dos Meninos Gênios, conta a história de Violet Adams, uma jovem, que como outros, é cheia de sonhos. Seu maior sonho? Ingressar na Faculdade de Illyria, para jovens cientistas. Porém, a faculdade aceita apenas homens.

Violet, não desiste, e fara de tudo para entrar na faculdade. Então, ela se inscreve, usando o nome do seu irmão gemio, Ashton Adams, e quando vai entregar sua inscrição, ela vai como mulher, e conhece Ernest, duque de Illyria (diretor).

Violet, consegue entrar para a faculdade, então se veste de homem e se passa por seu irmão, e contara com a ajuda de Jack, que também entra para Illyria, e é o único que sabe de sua farsa.

O porão da faculdade é um lugar escuro, com muita poeira, cheio de mistérios, se ouve passos, coisas roçando em suas pernas, e assustadores autômatos (uma espécie de robôs). Violet conhecerá o lugar na noite do seu primeiro dia, na iniciação (que é como se foce aquelas brincadeiras de calouros).

Ela fará grandes amigos por lá, como Toby e Drew, alunos do terceiro e segundo ano, respectivamente e Cecily, prima do duque. Ela acaba se apaixonando por Ashton, que na verdade é Violet, e a mesma percebe que se passar por seu irmão será mais difícil do que pensava, ainda mais quando se torna vitima de chantagens. Ela terá que se cuidar, se quiser levar o seu plano adiante, ainda mais quando começa a sentir algo diferente por Ernest.

"Concordo plenamente com a afirmação do dr. Nordau de que todos os homens geniais são insanos, mas o dr. Nordau se esquece de que todos os de juízo perfeito são idiotas. Oscar Wilde". Página 6

Uma história inteligente, criativa, viciante, e muitos outros adjetivos. "Sociedade dos Meninos Gênios", é um livro completamente diferente dos que eu já tinha lido. Cheio de mistérios, chantagens, preconceitos, além de ser bastante engraçado. Uma das melhores histórias que eu já li. 

Envolve, ciência, ficção, romance, comédia, e muito mais. Sério, é muito viciante. E apesar de ser um livro grande, ele não é chato, em alguns momentos pode até ser, mas são poucas e curtas.

Meus personagens preferidos, com certeza é Violet, por ser tão criativa e determinada, Jack por ser tão engraçado e inteligente, Ashton irmão de Violet, por ser tão companheiro, além de Miriam, Toby e Drew. A capa, é muito linda, com a palavra "Gênios" em relevo e cheio de engrenagens. Se não me engano esse é o primeiro livro do autor, e sinceramente, eu leria mais livros dele com todo prazer.

Depois de tantos elogios, não tem como dar outra nota:

Nota: 10/10



2 comentários:

  1. Eu não conhecia o escritor (que é gato diga-se de passagem rsrs) até ganhar esse livro. Sou suspeita de falar que simplesmente amei o livro, porque eu amo a Londres Vitoriana <3 <3 mas esse livro tem tantas coisas boas e intrigantes que não tem como lê-lo e não colocá-lo nos favoritos, é uma leitura recomendadíssima.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente com você Larissa. Esse livro se tornou um dos meus preferidos. Fiquei com medo de não gostar por ser muito grande, mas foi totalmente o contrário. Só pelo fato da história se passar em Londres, já me chamou atenção. Sou apaixonada por Londres, não importa em qual Era (rs). Não me decepcionou em nada.
    Beijos :)

    ResponderExcluir