sexta-feira, 21 de agosto de 2015

[Minhas impressões] A Escolhida

Olá leitores, como vocês estão?

Prometo que vou parar de pedir desculpas pela falta de tempo, mas tá tudo muito corrido. Vou formar daqui 10 meses na faculdade (realizar meu sonho *-*) e sou presidente da comissão de formatura, então estou meio agarrada. Mas, vem muita coisa boa para o blog e em breve algumas postagens bem legais. Hoje, vou falar um pouco sobre um livro que degustei a pouco tempo e irei compartilhar com vocês minhas primeiras impressões da história. Vamos lá...

Autora: Amanda Ághata Costa

A HISTÓRIA:

Sinopse: Em uma cidade repleta de pessoas desconhecidas, Ari poderia ser apenas mais uma garota dispersa na multidão, como tantas outras que foram abandonadas pelos pais desde a infância. Devido à sua aparente doçura e beleza, ninguém seria capaz de supor que, além de um anjo, ela também é um demônio com sede de poder. Os espertos deveriam manter-se distantes, mas há olhares que não deixam de admirá-la. Egran não desperdiçaria a chance de apoderar-se de habilidades tão interessantes: ela é a escolha perfeita. Entretanto, nem todos se sentem realizados. O círculo seria um refúgio ideal para os demais feiticeiros, se o próprio líder não os tratasse como marionetes descartáveis. Movidos pelo medo e controlados pelo mestre, os componentes do grupo obedecem, sem pestanejar, às ordens recebidas. Ao se ver arrastada para lá, Ari se encontra diante de situações improváveis, arriscando-se a expor mais do que gostaria. Para ela, sentir é algo que sempre esteve fora de seus limites. Não poderia vivenciar qualquer forma de emoção, esta era a promessa. Até que Luke surge em seu caminho e abala as estruturas congeladas, derretendo-as e modelando novos conceitos. O amor realmente fará brotar a alegria? Ou irá arrastá-la diretamente para a morte? O passado obscuro de Ari será o suficiente para fazê-la estilhaçar de uma vez por todas, não restando oportunidades para uma nova tentativa de se isolar do mundo.

MINHAS IMPRESSÕES:

Gente, eu li apenas o prólogo e o primeiro capítulo do livro, uma degustação que a autora disponibilizou e, posso dizer: essas poucas páginas fez com que eu queira ler de qual quer forma esse livro. Mas, vamos lá, vou dizer quais foram as minhas primeiras impressões.

Já no prólogo, pude perceber que Ari, é aparentemente uma garota linda, um anjo com espírito de demônio e sede de morte. Ela não tem amigos, foi abandonada pelos pais e vive apenas com Lina, uma moça de bom coração que à acolhe.

Depois de algumas cenas sem entender ao certo, quem ou o que, é a Ari (lógico, que eu estava pensando em várias possibilidades), foi no final do primeiro capítulo que descobri, o que poderia ser a garota e foi ai que eu já apaixonei só por essas primeiras páginas e preciso muito, muito mesmo do restante da história.

A primeira impressão que tenho, é que a história de Ari, vai ser sombria, mágica e envolvente. Com toda certeza, como eu já disse mais de uma vez nesse post (só pra dar mais enfase a minha necessidade. Sim, é essa a palavra) eu preciso ler o restante da história, preciso saber o que vai acontecer. O primeiro capítulo termina muito misterioso e quero saber o que vem pela frente. Prevejo que viciarei hahaha.

Então minha gente, essa foi minhas primeiras impressões do livro A Escolhida. Espero que vocês tenham gostado. Se quiserem conhecer um pouco mais sobre a história, entre no site da autora, clicando aqui, vai lá e sinta a necessidade de ler o livro, como eu. Não esqueçam de deixar o seu comentário *-*.

Beijos, até mais!

2 comentários:

  1. Oi Nay!
    Acho que lemos ao mesmo tempo e tivemos basicamente as mesmas impressões rs
    Não vejo a hora de poder ler todo ele, quando começamos a nos envolver com a história... acaba =/
    Boa Sorte com a Formatura!
    É corrido mesmo, mas vai dar tudo certo ;)
    Beijos
    Dri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha Verdade Dri, foi parecido mesmo!
      Comigo também foi assim, comecei a me envolver e acabou :(
      Muito obrigada :D
      Beijos

      Excluir