sábado, 26 de setembro de 2015

[Resenha] Beije Minha Bunda - Perfil de um assassino

Autor: Clayton De La Vie
Páginas: 114
Editora: Independente

Sinopse: Nossas palavras, nossas ações e nosso modo de agir podem influenciar muito mais do que imaginamos. Crescendo em meio a brigas e humilhações provocadas por seu pai alcoólatra, Pietro tornou-se um adulto complexado, um assassino sádico que acredita fazer um bem enorme à humanidade ao subjugar vidas. O homem não poupa esforços em suas torturas e, praticante compulsivo de sodomia, aproveita cada oportunidade para abusar sexualmente das vítimas. Na década de setenta, quando a polícia não possuía tantos recursos, até que ponto uma matança desmedida podia se estender? 







"Aqui começa a verdadeira aventura, aqui seus medos podem ser postos à prova, aqui o demônio aparece..."

Pietro, sofreu muita na infância. A educação que seu pai lhe aplicava era muito rígida. Sempre que Pietro fazia algo que o pai não aprovasse, ele era espancado. Apesar disso, ele o amava e sempre procurou fazer algo grandioso para que o pai lhe desse a aprovação que ele sempre sonhou.

Ao longo do tempo, Pietro conquistou grandes coisas, entretanto, o pai morreu antes de ver o filho se tornar um homem bem sucedido, admirado pelo povo e que adora fazer crianças felizes se vestindo de Rufus, o palhaço.

Na cidade onde Pietro mora, começa a surgir vários casos de assassinatos de jovens, maioria homens e, quem quer que esteja cometendo esses atos, não deixa nenhuma evidencia do crime, apenas mistérios e mais desaparecimentos.  Talvez, Pietro não seja essa pessoa que todos pensam ser.

"A morte é mesmo algo engraçado, ninguém sabe dizer quando ela chegará, embora sempre chegue."

O nome do livro pode parecer engraçado a principio, mas a história não te faz rir em nenhum momento, pelo contrário. Beije Minha Bunda, é um drama sobrenatural, que relata vários assassinatos de um Serial Killer. O livro não é recomendando para menores de 18 anos, porque possui relatos pesados e alguns bem nojentos (eu devo parabenizar o autor pela descrição dos assassinatos, foi incrível).

Eu já li um livro do autor, A Mordida do Vampiro (resenha aqui), e como em "A Mordida...", esse também possui uma passagem de tempo bem rápida, o que me deixo confusa no início. Mas, depois a leitura fluiu e a narração foi me deixando muito presa a história. Li muito rápido depois que me acostumei com a passagem de tempo.

Nessa história, não da para se apegar a nenhum personagem, o que é uma outra característica parecida com A Mordida do Vampiro. Não acho isso ruim, até gosto em histórias como essa.

"A vida é, de fato, uma linha reta. As ações que tomamos deixam curvas nessa linha."

Para quem gosta desse tipo de leitura, eu super recomendo, apesar de pesado, a leitura prende. Na minha nota, vou tirar um pontinho, por causa da passagem de tempo que me atrapalhou um pouco, não que isso vá atrapalhar  as outras pessoas, mas a mim, não agradou como em A Mordida do Vampiro.

Nota: 4/5

Um comentário:

  1. Fico extremamente feliz com a sua avaliação <3 Muito obrigado, querida

    ResponderExcluir