quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

[Resenha] Um Toque de Morte


Autora: Luiza Salazar
Páginas: 224
Editora: Draco

Sinopse: E se a Morte estivesse sempre ao alcance de suas mãos?
Pode me chamar de Kat. Eu daria tudo para ser apenas uma jovem universitária, preocupar-me com os assuntos discutidos nos trens, nos corredores das escolas, nas ruas: qual roupa vestir na festa, qual o futuro da política do país, quem vai ganhar o jogo esta noite. É, você entendeu.
Mas na minha cabeça só há espaço para uma preocupação: quem será a minha próxima vítima.
Eu sou uma Ceifadora. Isso significa que posso matar com um simples toque das mãos, um dom que desejava todos os dias não possuir. Mas quando aqueles dois estranhos apareceram na minha vida e fizeram tudo virar de pernas pro ar, comecei a entender que existem pessoas que fariam de tudo para controlar esse meu poder indesejável. Até mesmo me matar. É até irônico, né?
Um Toque de Morte é um romance fantástico de Luiza Salazar, uma aventura pelas sombras que se escondem nos becos da cidade.
Não se deixar envolver, não se aproximar demais. Essa é a maldição dos Ceifadores, não poder sentir o mundo com a própria pele.
"Não tenho medo de assaltantes nem de nenhuma outra ameaça de violência urbana. Não existe nenhuma coisa lá fora pior do que eu. De verdade."

Katherine, não é uma jovem de 17 anos comum, ela possui um toque letalmente poderoso, perigoso. Ela é uma Ceifadora. Abandonada em um orfanato, ela conheceu a morte de perto, ainda era apenas uma criança inocente.

Em uma cidade como Nova Yorque seria quase impossível manter as pessoas em segurança, quando se em um único esbarrão em suas mãos, ela pode matar. Ninguém quer uma garota como ela por perto, por isso ela não consegue um emprego descente ou amizades. A única que está ao seu lado e não tem medo do seu jeito diferente é a sua amiga, Rebecca, que cedeu um quarto do seu apartamento, para que Kat morasse com ela.

Ela trabalha para "O Chefe", fazendo serviços que não a agrada nenhum um pouco. Até ai tudo bem, mas tudo começa a ficar estranho e seu mundo vira de ponta cabeça quando um ela conhece dois garotos, que são diferentes como ela. Ela sabe disso, porque todos que possuem um dom, tem uma característica em comum, a cor dos olhos.

Katherine descobre que seu passado esconde muito mais segredos e que há pessoas muito perigosas atrás de seu dom. Ela terá que passar por grandes desafios para saber o que está acontecendo e isso não será um mar de rosas.

"Ser uma Ceifadora é ter o toque da morte, mas não é matar. Não só isso."

Já no primeiro capítulo, eu imaginei a história bem parecida com a do livro "Estilhaça-me", afinal Katherine e Juliette possuem características muito parecidas, que é o toque letal, ainda que em Juliette não se pode encostar em nenhuma parte do corpo. Então, as minhas expectativas quanto a história de "Um Toque de Morte" abaixaram, o que foi muito bom. Pois, ao longo dos fatos, eu fui percebendo que a história é bem diferente, mesmo com personagens parecidas.

Agora,  posso afirmar: a história contada pela autora Luiza Salazar me envolveu muito mais e olha que eu amo "Estilhaça-me".

Eu não estou acreditando até agora no final do livro, eu preciso urgente de uma continuação e espero, de coração, que tenha. Em nenhum momento da história eu consegui presumir o que poderia acontecer mais na frente. Os fatos são muito bem amarrados e não deixa nenhuma lacuna que possa te fazer ficar com duvidas. Maravilhoso.

Eu ainda não conhecia a autora, é o primeiro livro que leio dela, graças a Editora Draco, parceira do blog. Gostei muito da escrita simples e fácil de entender, sem palavras difíceis ou coisa do tipo, isso torna a leitura mais agradável.

"Não importa aonde eu vá, essa maldição vai comigo. E ela está ficando mais forte, eu posso sentir. Eu não posso fugir. Não disso."

Minha nota não poderia ser diferente, afinal a história não merece menos que isso, então:

Nota: 5/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário