sábado, 23 de julho de 2016

Estudar nunca sai de moda

EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEI!

"Quem é essa louca gritando aqui gente?" 
Aposto que vocês não se lembram de mim *choro* :(

Enfim, sou a Lud e eu dividi esse blog com a Nayara por um ano mais ou menos e depois resolvi dar uma parada por alguns motivos. Mas eu a prometi que faria posts esporádicos por aqui e ela sabe bem como cobrar uma promessa (EU FUI AMEAÇADA!!!!!!)

Hoje eu escrevo no Tudo, menos foco (visitem!!) com uma outra amiga e o plano é um canal agora porque estou lotada de ideias dfjdslfj;sdklf;dsjfkdsjf (a louca).

O post de hoje na verdade é um repost do que escrevi por lá esses dias e que muita gente gostou: Estudos. Já aviso que é um post longo, mas leiam tudo por favor e deixem dicas do que gostariam de ler aqui e lá. 

Vamos ao post: 


ALERTA DE POST LONGO E HISTÓRICO

Não sei se você que está lendo isto é aluno do ensino fundamental, médio, técnico, superior, se é vestibulando, concurseiro ou se nem estuda mais, mas espero que goste do que vou escrever a seguir.

Eu não sei vocês, mas eu cresci ouvindo meus pais dizendo “Estuda, estuda muito, porque a única coisa que não podem tirar de você é isso”. Inclusive sou muito grata por eles terem insistido TANTO nesse ponto, porque surtiu efeito e eu sou completamente apaixonada pelo mundo dos estudos. Mas, claro, gosto de estudar as áreas que me interessam (absolutamente Humanas!) e odeio o que não consigo aprender nem com uma arma apontada pra cabeça (SIM FÍSICA, EU TE ODEIO!).

Vamos ao que interessa:
Estudar significa adquirir habilidade e/ou conhecimento.
O ponto que quero discutir aqui hoje é a motivação e a vontade para estudar. Seja para uma prova bimestral, para o vestibular ou para um concurso de nível superior. Faço vestibular e concurso desde 2011, consegui algumas bolsas (em unidades privadas e a do meu curso técnico) e passei em um curso na Federal (que não cursei) e a minha maneira de estudar e ver os estudos mudou MUITO nesses cinco anos. No início eu achava que estudar era só ler bastante a matéria e pronto, ia arrasar. Comecei a ter pulso forte mesmo e “estudar direito’’ em 2013. Arrumei muitas apostilas, descobri vídeo aulas no youtube, sentei e estudei o ano todo. Não passei no curso que eu queria, acontece. 2014 eu comecei mais forte ainda, estudei por dias a fio até agosto, quando passei no curso técnico e resolvi “largar” o vestibular enquanto cursava. Desde setembro/14 até fevereiro/2016 eu me dediquei ao curso, fiz estágio e me formei. Tenho uma profissão (embora não seja a que quero exercer pelo resto da vida). Agora eu voltei ao mundo das matérias do ensino médio, voltei a estudar o que eu não gosto, voltei a uma rotina desgastante que inclui muita força de vontade e disciplina.

Pronto, era aqui que eu precisava chegar: Disciplina, determinação e motivação.
Quando você quer conquistar algo, precisa estar disposto a muita coisa, principalmente abrir mão da folga, do sono e, por muitas vezes, da diversão. Não estou dizendo que tem que se trancar em casa e estudar até o mundo acabar. Mas os momentos prazerosos serão diminutos enquanto você estiver lutando pelo seu futuro. Estabeleça uma meta, se enxergue daqui a 10 anos e pense “O que estou fazendo pSeja disciplinado, focado, apaixonado pelo que faz. Eu, por exemplo, tenho horror a física, mas, infelizmente, sem essa matéria eu não consigo minha vaga, mesmo que meu curso seja da área de Humanas. Torne o que você não gosta um exercício diário de determinação. Faça um cronograma de estudos que te favoreça (cumprindo todo o edital, lógico), mescle as matérias, monte horários em que você não fique com sono e alterne o descanso. Ninguém tem uma fórmula mágica para a aprovação, um feitiço para o sucesso. Isso é uma combinação de MUITO suor, disciplina e força de vontade. Se motive todos os dias, existem MUITOS perfis no instagram (eu tenho um ultra secreto desde 2014 – que agora já não é secreto mais – mas não vou revelar o @, se você veio do instagram não me entregue! Obrigada hahahahaa), blogs e canais no youtube que são focados em motivação e rotina de estudos. Leiam, assistam, se motivem e SEJAM APAIXONADOS PELO FUTURO!ara ter essa realidade no futuro?”, se a resposta for “nada” aconselho que comece a se mexer porque o tempo passa e o arrependimento é mil vezes pior que as lutas diárias.

Quando você procrastina está se auto sabotando, arruinando o seu próprio caminho, a vida que você pode ter. O responsável pelo seu futuro é apenas VOCÊ. Não tem como plantar regalias, farra e maldade e colher aprovação, paz e estabilidade (a não ser que seja uma puta sorte ou você tenha uma fórmula mágica – nesse caso me conta qual é que vou usar). Existe gente que passou assim? Existe, mas é um caso em trinta bilhões. Eu prefiro estudar mesmo, porque não tenho sorte nem em bingo, muito menos para passar em concurso.

Eu poderia dizer muito mais coisas, mas o resumo de tudo isso é: Se você tem uma meta, um sonho e a visão de um futuro maravilhoso, lute por ele. Lute até quando achar que suas forças acabaram, lute até o último item do edital. Quando meu despertador toca, aparece a frase “É SÓ HOJE” na tela do meu celular. Eu peguei esse lema pra mim, eu levanto todos os dias com o pensamento de que é só mais um dia e realmente uma hora será “Só hoje”. Tem funcionado bastante e espero que continue funcionando até meu último dia de estudos. Escreva frases de motivação nos cadernos, nos livros, pela casa toda, escute músicas que te deixem pra cima, se você tem fé a coloque acima de tudo e o resultado não poderá ser diferente do sucesso.

Pretendo fazer posts (ou vídeos, tenho pensado bastante nisso), indicando canais, perfis do instagram, páginas, filmes e músicas que me ajudam todos os dias nessa luta.

Se precisarem de algo estou à disposição (menos dinheiro haha)!

“Não importa o quão devagar você vá, desde que você não pare” – Confúncio


Beijos e boa sorte em cada batalha!

Um comentário:

  1. Ai que absurdo! Não ameacei ninguém. Talvez só um pouco. hahaha
    Essa menina é inspiradora. Eu tenho sérios problemas com estudo. Eu amo estudar, de verdade, mas eu me impolgo e perco o ritmo e isso prejudicou algumas vezes.

    ResponderExcluir