segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

[Resenha] Poder Extra G


Autora: Thati Machado
Páginas: 239
Editora: Astral Cultural

Sinopse: Empoderamento define. É por isso e a partir daí que a história de Nina — e de Nico, de Marcela e de Noah — existe. Nina não é uma mulher de tipos. E não apenas por causa dos seus noventa e dois quilos. Nina tem atitude e amor-próprio. Talvez não nessa ordem, mas quem se importa? Ao namorar Marco, ela achava que estava subindo mais um degrau rumo ao topo de sua autoestima. É claro que alguns sinais lhe alertavam do contrário, só que o ego pode ser bastante ensurdecedor quando nos convém. Depois de se dar conta da farsa que era o seu relacionamento, Nina deixa sua vida em São Paulo e parte rumo a Buenos Aires, para um mês regado a argentinos sedutores e muito doce de leite. Ela só não esperava que o país dos hermanos pudesse lhe trazer muito mais do que uns quilinhos extras.


Nina é uma garota linda, gostosa, super bem resolvida, inteligente, que ama doce de leite e tem um Poder Extra G.

A garota já sofreu muito na sua infância e adolescência, por não se "encaixar" no "padrão de beleza" estabelecido por um sociedade preconceituosa e limitada. Mas agora ela é muito bem resolvida com seus pouco mais de 90 quilos, e sabe que não é ela que deve mudar para se adequar e sim o padrão que deve mudar para se moldar as suas maravilhosas curvas. Na verdade, para ela não existe padrões.

Nina, também já passou por alguns relacionamentos bem frustantes. Marcos, o seu ex namorado babaca, fazia de tudo para escondê-la de todos e no final tudo foi um verdadeiro fiasco. Ela ficou derrotada e resolveu tirar férias na Argentina.

Depois de chorar bastante e afundar as magoas em medialunas com doce de leite, Nina resolve deixar as lamentações de lado, menos o seu doce preferido, e ir curtir as baladas argentinas atrás de sexo sem compromisso. O que ela não imaginava? Que a capital Argentina iria lhe proporcionar grandes surpresas. Um novo amor, novos amigos e uma remexida no seu passado, pode mudar toda a sua vida.


Eu já conhecia o trabalho da Thati Machado há um bom tempo. Conheci através do livro Ponte de Cristal e depois passei a seguir tudo sobre a autora nas redes sociais, foi então que passei a desejar, profundamente, ler Poder Extra G. As expectativas eram enormes, pois a história é muito elogiada, e eu não poderia estar mais satisfeita com essa maravilha criada pela Thati.

Nina, já me chamou atenção logo de cara, porque eu nunca li nada que trouxesse uma personagem gorda no papel principal e temas que, pelo menos para mim, são muito pouco discutidos.

A história trás uma carga emocional, muito grande, pois vemos o preconceito muito presente na vida dos personagens. Em Poder Extra G é muito bem discutido o preconceito com gordos e um "padrão de beleza" totalmente torto, ditado por uma sociedade ainda mais torta. Vemos também o preconceito com pessoas com transtorno de identidade de gênero, onde muitos julgam, sem nem conhecer

Você terá contato com personagens totalmente fora dos clichês dos livros de romance. Nina, a personagem principal, me cativou e me inspirou muito. Se você precisa de um choque de animo, com certeza precisa conhecer essa personagem. Marcela, a "rainha do pouco caso" e melhor amiga de Nina, é encantadora e muito engraçada, mesmo tendo a "caixa torácica vazia". Nico, é um cavalheiro, lindo, sensato e maravilhoso. Noah, aaaaah Noah, preste muita atenção neste personagem, pois ele é diferente (não no sentindo físico), ele me encantou e eu me apaixonei pelo seu jeito.

Um livro maravilhoso, que superou totalmente as minhas expectativas. Ri muito, me emocionei, amei, fiquei com raiva e senti o poder dessa história linda, cheia de amor e doce de leite. Há cenas picantes, beeeem picantes, que dão um toque ainda mais especial, pois podemos entender, que a vida dos gordos, são tão normais, ou ainda melhor, quanto a de outras pessoas (prova viva).


Poderia ficar o dia inteiro aqui, só dando elogios a essa linda história, mas antes que vocês me matem, eu só quero dizer, que Poder Extra G está mais do que recomendado. Estou mega feliz por ter lido essa obra e só tenho a agradecer a Thati pela oportunidade da Nina ter passado um tempinho aqui comigo, eu precisava ter lido muitas das coisas que estão escritas neste livro, foi inspirador.

Nota: 5/5

29 comentários:

  1. Oi, tudo bem?
    Eu já vi outras resenhas sobre esse livro, todas com muitos elogios a história e a autora. Adorei a premissa, sempre que leio sobre ele fico com mais vontade de ler! A protagonista super me representa <3

    ResponderExcluir
  2. Olá Nay
    Eu nao conhecia esse titulo, mas fiquei bem interessada depois de ler seus comentários e a premissa parece ser ótima. Achei a capa bem bonita e fiquei bem curiosa quanto ao desenvolvimento, seja pela parte da ambientação quanto personagens, entre outras características. Pelo que pude compreender por aqui, os elementos são ótimos. Espero poder ler em breve, e obrigada pela indicação!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nayara!
    Não conhecia o título e nem a autora, mas fiquei bem curiosa.
    É tão raro ter livros que tem com protagonistas mulheres gordas ou negras. Quando são colocada no mercado, claro que tenho vontade de ler. Por ser um livro divertido e com boas cenas pitadas, então? Quero ler sim!!!
    Obrigada pela dica!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com.br

    ResponderExcluir
  4. ai que livro muito amor..... eu sempre como fui extra g, sempre me identifico com esse tipo de história, mas sim, esse livro fala de empoderamento e com certeza vou ler... não tive relacioamentos frustrantes por causa disso, por que sempre me achei linda.... mesmo assim, fiz redução do estômago pra me sentir melhor comigo mesmo, e já estava casada e tudo.... meu marido me conheceu com 120 kg! imagina. adorei a dica

    ResponderExcluir
  5. OI Nayara,
    amo quando autoras aproveitam o seu talento e colocam pra jogo temas como essa quebra de paradigmas e representam com inteligencia um numero maior de pessoas. Ter uma personagem acima do peso em um romance, é tão raro que chega a ser vergonhoso, uma vez que a grande maioria das mulheres não está naquele padrão doente de magreza. Amei a dica e espero ler em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá ♥
    Ultimamente ando vendo só comentários positivos sobre esse livro, até a cantora Preta Gil elogiou a autora. A premissa é maravilhosa, e deixa o leitor querendo saber um pouco mais. A protagonista parece ser aquele tipo de personagem única que vai te proporcionar um Mix de sentimentos, creio que me identificaria muito com ela por tudo que você citou na resenha. Amei ela ser uma personagem digamos assim " Bem resolvida" creio que hoje não devemos ligar para o que a sociedade pensa desde que estamos bem com nós mesmos isso que é importante. Gostei de saber que é fora do clichê. Amei essa capa é tão fofa. Espero em breve poder fazer a leitura do livro. Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá, já ouvi falar muito desse livro por aí, fiquei muito empolgada com sua resenha! Um livro cheio de força e empoderamento, preciso ler urgentemente e acho que essa leitura deveria ser obrigatório para todas as pessoas!

    MEMÓRIAS DE UMA LEITORA

    ResponderExcluir
  8. Adorooo! Por dois motivos: ser nacional e quebrar estereótipos de protagonistas! Tratar de assuntos que são delicados e mexem com a auto estima das pessoas é uma quebra de paradigmas na literatura e contextualiza com a realidade. Realmente é um livro que todos deveriam ler!

    bjos
    www.causoseprosas.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Nayara, estou ansiosa para ler esse livro, parece maravilhoso mesmo. Virou uma necessidade a leitura. Adorei a sua resenha e a sua empolgação com a história. Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi, Nayara

    Eu já li um conto da Thati, Impermeável, e ele também fala de uma personagem fora dos padrões. Já tive a oportunidade de estar em diversos eventos literários onde a Thati era autora convidada e o que eu mais gosto nela é o modo como ela sempre procura ser a voz das minorias, representando uma parcela da população que é esquecida e até ridicularizada. Espero poder ler um livro dela em breve!

    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Oi Mayara, como está?
    Já tinha lido uma resenha desse livro e fiquei MUITO apaixonada por ele! A Nina é certamente uma das melhores personagens da nossa atual literatura e Poder Extra G com certeza merece ser lido e bem apreciado! Espero um dia ver a autora aqui na minha cidade, XD.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Eu ainda não conhecia o livro e nem a autora. Me chamou a atenção de ter a Nina como personagem principal, afinal de contas, acho que nunca vi isso acontecer. E é tão importante deixarmos esteriótipos de lado, mas a nossa sociedade parece que anda a caminho reverso. Enfim, dica anotada, pois pretendo ler este livro.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bom?
    Já havia ouvido falar sobre este livro mas não tinha lido nenhuma resenha sobre o mesmo e confesso que fiquei louca para lê-lo após a sua! É realmente raro encontrar personagens principais que fogem dos padrões estéticos estabelecidos pela sociedade, sendo tão bem resolvida então, as chances ficam ainda menores. Adorei a proposta da autora e saber que você só teve elogios para esse livro, que cativa o leitor juntamente com sua personagem. Sugestão mais que anotada, mal posso esperar para ler!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  14. Oiii,

    Nunca tinha ouvido falar nada do livro e nem da autora, ma me pareceu ser uma história bem interessante. Adoro quando a personagem sofre algum tipo de decepção e ai vivemos com ela a superação, principalmente quando a personagem foge aos padrões estéticos. Estou muito ansiosa para ler e me apaixonar também rs.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  15. Oie,
    Eu nunca ouvi falar desse livro e nem dessa autora, mas já vi que vai ser uma história bem cativante.
    Eu recentemente li Juntando os pedaços, da Jennifer Niven, e fala sobre a Libby que é uma das protagonistas que sofre de obesidade também.
    Pelo jeito ela e Nina são bem parecidas, pois Libby não se deixa abalar fácil com as coisas e mesmo com seus quilinhos a mais ela é toda empoderada e possui auto estima lá em cima.

    ResponderExcluir
  16. Olá,

    Já havia visto comentários muito positivos desse livro e a curiosidade só aumenta para conhecer o trabalho dessa autora, infelizmente ainda não tive a oportunidade mas vendo sua resenha estou percebendo que preciso mudar essa situação. Fiquei interessada em conhecer a protagonista e fazer essas reflexões sobre como o proconceito é grande e modifica a vida das pessoas. Em breve pretendo adquirir o meu exemplar.

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bom?

    Já tinha ouvido falar sobre o livro mas não sabia que era tão bom, já quero ler para ontem hahaha. Sua resenha ficou muito boa, gostei muito.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  18. Oie! Tudo bem?

    Já li outras resenhas sobre esse livro, mas nenhuma conseguiu despertar o meu interesse pela história, sla falta alguma coisa realmente que me faça cair de amores por ele e desejar realizar a leitura! Mas fico feliz que tenha gostado da leitura, deixarei a dica anotada, mas não prometo realizar a leitura logo!

    Bjss

    ResponderExcluir
  19. Olá tudo bem?
    Gostei bastante da premissa, principalmente pelo fato da personagem fugir tanto dos padrões. Já tinha ouvido falar sobre esse livro, mas essa foi a primeira resenha que li e gostei bastante.
    Vou anotar a dica e tentar ler o mais rápido possível.
    Bjs,

    http://esquadrao-literario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oi, Nayara!
    Ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre esse livro, e realmente livros com protagonistas são poucos abardados, eu gostaria que as editoras lançassem mais livros assim, pois é um assunto que deve ser discutido, e o preconceito com mulheres acima do peso precisa parar. Tenho certeza que a história é uma inspiração para muitas mulheres.

    Beijos!
    Eli – Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oie, já ouvi falar nesse livro mas não sabia do que ele tratava. Gostei dessa premissa e fiquei interessada na leitura, pois gosto de obras que fogem do clichê e principalmente com esse tema dos padrões de beleza e dos preconceitos que existem em grande quantidade. Que maravilha que suas expectativas foram supridas

    ResponderExcluir
  22. Oiee...
    Já tinha lido uma resenha desse livro, e achei super interessante...
    Acho importante trabalharmos a nossa autoestima e empoderamento, nesse mundo tão preconceituoso em relação a tudo.
    Percebi que esse livro traz tudo isso e muito mais!
    Um beijo...

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  23. Olá!
    Não conhecia ainda essa obra, mas achei super interessante por conter todo esse contexto de empoderamento e os personagens fugirem desses padrões de clichê. Parabéns pela resenha, ficou ótima e me deixou morrendo de vontade de conferir o livro também!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  24. Oie
    ai que ótimo saber que é uma leitura tão boa e que retrata um tema que infelizmente não é tão presente nos livros, fiquei extra curiosa hahaha com certeza quero ler em breve e espero gostar muiito

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Olá! Que eu me lembro ainda não li nada como um personagem estilo Nina. Normalmente história que trás o preconceito com certo termos e padrão estabelecido pela sociedade costuma ser história forte e emocionante. Que bom que com esse livro não foi diferente, ele é emocionante além de discutir o preconceito com o padrão de beleza. Já anotei a dica, tomara que eu goste tanto quanto você. Beijos'

    ResponderExcluir
  26. Vi esse livro e imediatamente me interessei, mas ainda não tive a oportunidade de le-lo.

    Pelo que você disse, é o tipo de livro que quero ler com garotas gordas como protagonistas! Lindas, leves e empoderadas! Quero muito ler esse livro, ainda mais depois de tantos elogios.

    Desejo demais!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  27. Olá!
    Não sei se fico mais feliz pelo tema super pertinente abordado na história ou pela autora ter conseguido trabalhar isso tão bem pelo que você disse! O livro e sua resenha realmente me conquistaram, espero muito poder conferir essa história em breve :)
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  28. Olá, como vai?
    Adoro estes livros que fogem dos clichês convencionais, e que mostra que não só "deuses e deusas" são felizes. Afinal, quantos romances temos por ai com um romance que na vida real não funciona deste jeito?
    Gostei que a protagonista tenha te envolvido de tal forma que você só derramou elogios para a obra, vou buscar conferir esta leitura.

    ResponderExcluir
  29. Olá Nayara

    Eu amo livros que trazem mulheres bem resolvidas, e amo livros com um veio cômico também e parece que esse livro deve ter sido muito engraçado mesmo. Você falou tão bem da história que agora estou super ansiosa para conhecer a autora. Já entrou para minha lista de próximas leituras com certeza.

    Beijos e obrigada pela resenha...

    http://floraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir