sábado, 27 de maio de 2017

[Resenha] Os Instrumentos Mortais - Cidade dos Ossos #1


Autora: Cassandra Clare
Páginas: 476
Editora: Galera Record

Sinopse: Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.


Em um mundo totalmente monótono e normal, Clary não imaginaria que sua vida mudaria completamente ao presenciar, em uma discoteca, um assassinato. Mas como denunciar isso a polícia, sem que pareça totalmente louca? Os assassinos estavam portando armas muito estranhas, como um chicote e o corpo da vitima desapareceu, fora o fato de que, aparentemente, só ela os enxerga.

Em uma noite, depois de brigar com sua mãe, Jocelyn, e ir para um bar com seu melhor amigo, a vida de Clary vira uma loucura por completo. Algo estava acontecendo com sua mãe e ao voltar para casa, Clary não a acha e no seu lugar tem uma criatura horrível que tenta matá-la de qualquer jeito. Porém, ela é salva por Jace, um dos assassinos.

Jace leva a garota para um instituto e lá, Clary descobre sobre o Mundo de Sombras, no qual ela passou a enxergar do nada e precisa descobrir o motivo, e os Caçadores de Sombras, guerreiros que tem a missão de livrar o mundo, dos demônios.

Ela fará de tudo para saber sobre o paradeiro da sua mãe, até mesmo enfrentar lobisomens e vampiros. Mas antes ela precisa intender sobre esse mundo e descobrir o que sua mãe escondia dela. Será que ela também é uma Caçadora de Sombras? Será que é por isso que ela passou a enxergar um outro mundo?


Eu tive um problema muito sério de expectativa com esse livro. Como você deve saber, a série Instrumentos Mortais faz muito sucesso, sempre vejo criticas super positivas sobre o livro e super negativas sobre o filme. Eu assisti ao filme no cinema, sem conhecer nada desse universo e acabei gostando, mas quando fui ler o livro, sei lá, não rolou.

De início, quem acompanha o Instagram do blog deve ter visto, eu estava adorando o livro. A história estava em um momento de introdução do leitor ao novo universo. Até aí ok, mas o problema é que essa introdução leva mais da metade do livro e tem pouquíssimas cenas de ação e só começa a agitar, pra mais da metade. Então, imagina meu tédio?

Eu levei mais de um mês para concluir a leitura e levou mais de 3 semanas pra eu vim fazer a resenha, porque eu não sabia direito o que falar. Sei que os fãs vão querer me matar, mas veja bem, por essa série ser tão bem comentada, minhas expectativas estavam muito, mas muito altas e eu fui ler esperando algo extraordinário, cheio de ação e tudo mais. Mas a história foi extremamente morna o tempo todo e eu fiquei mega decepcionada com o final.

Não consegui me envolver com a personagem principal, Clary, achei ela muito sem graça, mas gostei bastante do Jace, que divide o papel principal com ela. Eu ri em algumas partes com o sarcasmo dele e sua personalidade é bem marcante, mas no final do livro eu fiquei sem entender muito bem o comportamento do personagem.

Sobre o final da história, eu nem sei o que eu devo comentar. Só digo que eu fiquei muito decepcionada, achei completamente nada a ver, porque a autora simplesmente "cuspiu" uma informação que pode até ter uma lógica, mas que pra mim ficou muito sem sentido e que talvez deve ser explicado no segundo livro.

Eu quero muito ler a continuação, porque eu ainda tenho esperanças de gostar da história, vai que, né? Mas as minhas expectativas diminuíram bastante, o que eu acredito que seja um ponto positivo.

Apesar de eu não ter gostado da história de Cidade dos Ossos e não ter conseguido me envolver, admito que o universo criado pela autora é bem interessante e diferente, por isso eu ainda acredito que eu possa me envolver mais.


Fãs de Instrumentos Mortais, por favor, não me julguem, eu tenho um sério problema com livros com introduções muito longas. Mas eu recomendo esse livro pra todo mundo, porque minha opinião, tenho certeza, que é uma minoria. Afinal, toda experiência é válida!

NOTA: 2/5

15 comentários:

  1. Olá
    Ok, nada de julgamentos, mas preciso dizer que sou bem suspeita ao comentar sobre essa série. Eu simplesmente amo essa série e personagens, assim como sou fã da autora. Para mim, é uma das melhores histórias do gênero, apesar de compreender bem a sua impressão a respeito e sobre introduções longas e afins. Mas realmente é uma pena que você não tenha conseguido se envolver.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oi.
    Eu li ano passado e amei essa série. Mas eu te entendo. É realmente difícil gostarmos de um livro quando não nos identificamos com o personagem principal. Aconteceu isso comigo em um livro q todo mundo ama.
    Mas agora, o que posso dizer para que vc não desista de ler os próximos livros?
    A autora criou um mundo muito completo e detalhado, entao, para apresentá-lo de forma coerente, ela realmente pode ter se estendido demais na descrição.
    E, sendo bem honesta com vc, depois que você lê os outros livros e series dela, fica óbvio que esse foi o primeiro livro da autora. Ela evolui demais.
    Eu gostei mais de artifícios das trevas do que de instrumentos mortais por conta disso. Parece que nessa outra série a autora soube desenvolver e dar um desfecho melhor para a trama.
    Espero que vc ainda se apaixone pela série.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Amei a sua resenha,super sincera e gostei também dos quotes escolhidos,tenho vontade de ler essa série, mas ao mesmo tempo morro de receio de acontecer isso como você citou na resenha de não corresponder suas expectativas.
    Por isso mesmo tenho evitado essa leitura,apesar da curiosidade.

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Bem diferente do filme, não é? E da série também, acredito eu.
    Quero ler essa saga quando tiver tempo, para ler tudo de uma vez!
    Espero ter a chance logo, estou curiosa!

    ResponderExcluir
  5. Olá! Ainda quero ler os livros da Cassandra Clare. Realmente sempre tem criticas super positivas do livro e negativa do filme. Também assisti o filme e gostei muito. Que pena que ao ler o livro não rolou para você! Introdução demais realmente é tedioso. Porém, série composta de vários livros o primeiro costuma ser assim mesmo. Acredito que você deve mesmo tentar ler a continuação, porque o primeiro livro de série — como eu disse — são mais introdutório mesmo. Que pena que não atendeu sua expectativa! Ainda quero ler. Gostei do filme bastante, da série não curti e o livro ainda não tenho como dizer. Aguardo a resenha da continuação. Beijos'

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu sou apaixonada pela essa série, então fiquei bem surpresa quando você achou o livro entediante, porque eu li ávida todas as páginas até chegar no último volume hahaha Eu comecei também pelo filme, que eu adorei, e depois fui para o livro, que complementou ainda mais a minha paixão. Que pena que não funcionou para você.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Nayara!
    Olha, eu me relacionei muito com a sua resenha haha estou relendo Instrumentos Mortais e realmente, em Cidade dos Ossos é bem difícil gostar da Clary... O Jace ao contrário... acho que é um personagem bem construído, as atiturdes que ele tem são atitudes comuns de um adolescente, o que é bem diferente do que é mostrado tanto no filme quanto na série que está sendo exibida pela freeform e netflix. Eu particularmente gosto muito do universo que a Cassandra e torço para que você dê uma chance para o próximo volume :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Nayara, sinceridade acima de tudo. Se você não gostou, não gostou e ponto. Não tem que ficar pedindo desculpa pros fãs nem nada. Cada um com a sua opinião. Eu tenho interesse zero nessa série, e depois que assisti ao filme a vontade de ler tornou-se inexistente. Espero que, caso você leia, a continuação seja uma leitura mais prazerosa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oiiii,

    Não desiste da série não kkkkk É uma serie maravilhosaaaaa, realmente o mundo é muito bem construído, mas eu me apaixonei pela serie mesmoooo só depois do terceiro livro rs, todos os livros tem partes nas quais a gente fica se perguntando "pra que isso?", só que depois tudo se encaixa. Concordo que é realmente difícil se identificar com a Clary, pra ser bem sincera eu acompanho tudo desde o lançamento de Cidade dos Ossos e continuo não gostando dela, então acho que isso é mais normal do que imaginamos kkkkk Eu gosto muito mais dos personagens secundários como o Simon (que é meu personagem preferido, apesar de o amor dele pela Clary me irritar muitoooo) e a Isabelle (que é maravilhosa até quando ta sendo chata <3) e depois tem a melhor serie que é Peças Infernais, que só da pra entender bem se lermos na ordem de lançamento o que acaba mesclando com Instrumentos Mortais rs. Adorei sua resenha porque foi bem honesta, mas torço pra que você dê uma chance a sequencia rs.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Sempre morri de vontade de ler essa série, mas essa não é a primeira resenha que destacam os pontos negativos que leio.
    Também tenho um pouco de dificuldade com introduções muito longas, mas o universo criado pela autora realmente parece ser bem interessante.
    Apesar de todas as críticas negativas que já vi por aí, ainda pretendo dar uma chance à série.
    Espero que eu acabe gostando rsrs
    Um beijo

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  11. Oie! Sobre os seus primeiros comentários, preciso dizer que aconteceu algo muito parecido comigo, mas com a série Fallen. É algo que vi muitas pessoas elogiando, assim como várias outras depreciaram a adaptação. Tentei ler a obra diversas vezes e detestei, mas adorei o filme. É horrível quando colocamos muita expectativa em cima de algo, porque as chances de nos decepcionarmos é enorme. Eu nunca tive curiosidade em ler Instrumentos Mortais, mesmo com toda a fama que eu sei que a série tem. Talvez um dia eu dê uma chance, mas esse negócio de a leitura ser parada realmente não funciona comigo. E o fato de o final também ser chato também me desencorajou bastante. Espero que o próximo volume seja uma ótima experiência para você, pra compensar a primeira..

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart

    ResponderExcluir
  12. Oie! Tudo bem?

    Eu amo essa série de livros, mas por algum motivo não consegui continuar a leitura a partir do quarto volume, me trancou a leitura e nunca mais conseguir ler eles! Entendo muito bem os seus comentários e não lhe julgo, pois já aconteceu comigo em relação a outros livros! E espero que a sua próxima leitura seja melhor!

    BJss

    ResponderExcluir
  13. Vem aqui me abraçar porque eu abandonei este livro e nunca entendi o amor que muita gente tem por esta história e pela escrita da autora. Nada é unânime né?O importante é se arriscar e infelizmente, descobrir que não é pra você.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oii Nayara, tudo bem?? Eu li esse livro há alguns anos, e lembro que gostei muito da leitura na época! Devorei em duas sentadas, e fui logo ler o segundo, que me decepcionou um pouco. Entendo os pontos que ressaltou e sobre não ter gostado da leitura, realmente é um livro que divide bastante opiniões. Eu tenho vontade de reler um dia, mas não faço ideia de como será a experiência dessa vez :)

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  15. Muito chato quando um livro não alcança as nossas expectativas, né? Eu não vi o filme nem li o livro, então não tenho uma opinião formada, mas até gostei da premissa, parece bem interessante. Acho que uma personagem principal chata, que não consegue nos envolver é um problema sério, ao menos no meu ponto de vista. Mas como disse, interessei-me pela premissa, acho que arriscaria a leitura mais futuramente. Até para formar a minha própria opinião.

    Tatiana

    ResponderExcluir