sexta-feira, 14 de julho de 2017

[Mudando de Assunto] Colecionando Canetas

Saudações literárias, queridos Travellers tudo bem com vocês? Espero que sim! Hoje trago um post diferente, inusitado e curioso. Hoje quero falar um pouco do meu vício em colecionar canetas, SIM! Adoro comprar, usar e testar canetas. Mesmo com toda essa tecnologia, amo escrever usando a boa e velha caneta e papel.



Você deve imaginar que existem milhares de marcas, milhares de cores e milhares de tipos de canetas, só digo SIM! É uma infinidade de canetas, cores e marcar, vou me atentar somente com uma, nossa amada e querida canetas BIC (Eles não estão patrocinando, caso queiram. Só mandar em canetas, pode ser?). 

Vamos por partes, conhecer um pouco da história das canetas BIC. Que tal? 

Na França, em 1945, Marcel Bich, que fora gerente de produção para um fabricante de tintas francês, comprou, com seu sócio Edouard Buffard, uma fábrica fora de Paris e instalou uma empresa para fazer peças para canetas-tinteiro e lapiseiras.


À medida que o negócio de peças para instrumentos de escrita começou a crescer, o desenvolvimento da esferográfica avançava, tanto na Europa como nos Estados Unidos, e Marcel Bich viu o enorme potencial desse novo instrumento de escrita.

Depois de obter os direitos das patentes para uma esferográfica criada pelo inventor húngaro e naturalizado argentino László Bíró (1899–1985), Marcel Bich lançou sua própria esferográfica em 27 de dezembro de 1950. Promovendo o produto como uma caneta confiável a preço acessível, chamou-a "BIC", uma versão mais curta e fácil de lembrar de seu próprio nome. Tinha nascido a BIC® CRISTAL®.

Ele alimentou o lançamento com publicidade efetiva e as vendas ultrapassaram suas próprias expectativas.

A empresa então expandiu seu leque de produtos e começou a entrar em mercados estrangeiros criando subsidiárias, adquirindo o controle de companhias estrangeiras ou através de agentes. Desde 1950 as esferográficas BIC revolucionaram os hábitos de escrita de milhões de consumidores em todo o mundo, que continuam a valorizá-las por sua qualidade e preço acessível.

Legal, né? Tirei do bom e velho Wikipedia, mas fiquem tranquilos! Chequei todas informações. Vamos para segunda parte? Vou explicar minha paixão por canetas. 

Então, sempre gostei de escrever, desenhar, rabiscar e pintar o sete. Inclusive, quando era criança rabisquei toda parede do meu quarto. Legal, né? Minha mãe ficou maluca quando fiz isso.

Aos poucos estou comprando e colecionando canetas, de começo estou optando pelas clássicas canetas Bic, todo mundo usa e todo mundo tem! Ah! Sabe que achei na internet? Uma teoria da conspiração dizendo que as canetas Bic são uma sonda alienígena que fica nos vigiando e controlando nossas mentes. Que viagem! Se for assim, já estou com minha mente controlada faz muitos anos. 

Meus sonhos de consumo são aquelas canetas tinteiros, mas o preço é de matar, não tenho condições financeiras para comprar esse tipo de modelo de canetas, espero ganhar na loteria pra poder compra-las. 

Por hoje é só pessoal, espero que vocês gostem do post e não esqueçam de comentar e compartilhar. Ah! Espero que o pessoal da Bic veja esse post e curta, aceito parceria de canetas, hein! Fica aquela indireta básica. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário